segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

É com alguma dificuldade que tentamos dar aos nossos dias um pouco de normalidade. Não é uma tarefa fácil numa casa cheia de miúdos ter de dividir o tempo com idas ao hospital para estarmos (o pai e eu) junto da Francisca. E sinto-me falhar porque acabo por não estar a 100% em nenhum dos sitios. Os meus filhos são uns amores tão grandes que tudo têm feito para me aliviarem o trabalho e tem havido muita entreajuda entre eles.

De todos, a Concha tem sido a que mais tem demonstrado estar a ressentir-se com a situação. Tem dado umas noites terriveis e só sossega quando a deito no meu colo ou a dormir na nossa cama, choraminga por tudo e por nada e as refeições têm sido uma luta... Vai passar, é o que digo a mim mesma todos os dias.

Os miúdos estão grandes, crescem mesmo sem sol. As notas de final do primeiro periodo foram de deixar os pais muito orgulhosos dos pequenos estudantes. Que se mantenham assim, é o que desejamos.

A Adriana cresce a olhos vistos e o tempo insiste em correr, roubando-me muito depressa a bebé pequenina pequenina. Está a começar a adaptar-se ao barulho da nossa casa mas não com muita facilidade. Os manos têm feito um esforço para serem um pouco menos barulhentos mas o entusiasmo das brincadeiras não ajudam muito.

A Francisca continua no hospital a por-se boa para vir para casa o mais depressa possivel. Tem sido uma espera dificil mas somos pacientes e, sobretudo, acreditamos que em breve a teremos na nossa casa, debaixo da nossa asa.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

1º post do ano!

Que 2010 seja um ano cheio de saúde e de concretização de muitos sonhos!