terça-feira, 8 de maio de 2007

Dia da Mãe

No dia da mãe tive direito a pequeno almoço na cama, feito por elas, sem ajuda de ninguem. Uma bandeja com uma chávena de café, um croissant com doce e 5 flores apanhadas por eles cinco no jardim. Soube mesmo muito bem começar o dia com tantos mimos, tantos beijinhos e todos juntos na cama- temos é de pensar numa cama maior :)

Fizeram entre todos um postal . Está lindissimo e mostra um pouco do que cada um é. Mais uma vez conseguimos (felizmente) escapar ao espirito consumista e não houve nenhuma prenda comprada. Foi tudo feito por eles e penso que assim fica realmente com o espirito do dia, pelo menos do espirito que eu lhe dou. E o mais importante foi mesmo o ter sido um dia de qualidade, em que estivemos juntos, brincámos, rimos, trocámos mimos.

É uma sensação muito boa a de sentir que eles se sentem extremamente amados por mim (pelo pai também claro).

1 comentário:

Kelly disse...

que dia bom.....
Assim sentimo-nos mesmo especiais, com tanto mimo...
Também sou da opinião que não devem dar prendas compradas, porque aí estraga o sentido do dia e da oferta....