sexta-feira, 20 de julho de 2007

Muito obrigada!

Muito obrigada pelas vossas palavras e felicitações. Engraçado como as melhores reacções que tive à noticia foram precisamente aqui, junto de pessoas que não conheço!
Infelizmente somos, cada vez mais, como que uma raridade no que toca ao numero de filhos e temos noção que, por isso mesmo, somos muito abençoados. É bom ver que há tantas pessoas que gostavam de ter uma grande familia mas por outro lado, é triste de chegar à conclusão que a grande maioria tem de se ficar pelo "gostava" porque a vida não permite mais. É mesmo muito gratificante ter a casa cheia, apesar do trabalho e de tudo o que exige de nós. No nosso caso, tivemos de tomar algumas medidas para fazer face às despesas: deixámos quase por completo de ir comer fora; nas férias não há viagens para fora do país; roupas de marca não usamos; somos adeptos das promoções nos supermercados (não há nada melhor para nós do que aquelas promoções do "leve 3, pague 2", a minha filha Camila até diz que somos a familia das promoções); andam em escolas públicas.
Quase todos os meses o dinheiro parece que voa, principalmente no supermercado, decididamente é aí que gastamos mais dinheiro. Confesso que às vezes me doi o coração ter de dizer a um dos meus filhos que naquele momento não lhe podemos comprar o que ela/ele quer (e as vezes fazem uns olhinhos que torna impossivel dizer-lhes que não) mas acho que isto também os ensina a ter noção do que custa ganhar o dinheiro e de que temos de fazer por merecer as nossas coisas.
Ajustámos a nossa vida de modo a passarmos o máximo de tempo com as crianças pois com tantos é mais dificil dar aquela atenção individualizada que eles precisam por vezes. Não deixámos de viver a nossa vida de casal, nem deixámos de estar com os amigos, apenas reajustámos conforme as necessidades dos miudos. E vale bem a pena, se vale...!
Todos os contras que podemos encontrar em ter a casa cheia de crianças são facilmente vencidos pelos prós. É, como disseram, uma questão de amor e de organização.

26 comentários:

gralha disse...

Realmente é pena que famílias como a vossa sejam agora a excepção. Mas pode ser que inspirem outros com a vossa coragem. E taaaaanto amor que deve haver nessa casa :D

butterfly disse...

muitos parabéns pela linda familia que teem tambem eu desde criança que sonhava em ter uma familia grande com uma casa cheia de alegria e muita barulheira de criança mas a vida está mt dificil ... tenho dois meninos e pelo menos mais um quero ter vamos ver.... para compensar trabalho com crianças que não são meus filhos mas é como se fossem beijocas e muitas felecidades

Nós disse...

6????????????
Vim aqui parar ao acaso... mas nao pude ir embora sem te dizer q és uma GRANDE MULHER, e claro o teu marido um GRANDE HOMEM.
Parabens pelos 6 filhos.

Ainda vais a tempo de chegar aos 10 ;)

Beijos e mtasssssssss felicidades

mamã vera disse...

Já deixei os parabéns no post anterior mas não resisto!!

Muitos parabéns à familia toda!!
Devem ser uma familia linda, unida, c zangas, como todas, mas com muito amor q na minha opinião é o mais imporatante!!

Infelizmente a vida não está fácil, insegura em termos de trabalho... isso é o q mais me assusta! Mas já vamos no 2º e gostava de ir ao 3º!!

Beijocas muito grandes p os 8

dangerously in love disse...

è mesmo uma pena nºao podermos todos ter uma familia assim numerosa e tão apaixonada...Mas são exemplos como o vosso que temos de seguir, tentando, ajustar certas e determinadas coisas, para ser udo aproveitado ao infimo pormenor..beijocas grandes

Lótus disse...

Mais uma vez, muitos parabéns!
Que tal reagiram os manos à vinda de mais um bebé? Faço ideia do entusiasmo...

E se pensarmos bem, não ter as roupas de marca, as idas aos restaurantes não lhes faz falta como lhes faz o amor e a felicidade que se deve respirar ai em casa.

Beijinhos

Carla disse...

Os meus parabéns pela ervilhinha que ainda vem de viagem!
E os parabéns também pela linda e enorme família que tens. Posso-te dizer, sem querer ofender claro, que cobiço a tua família. Era, e é, o meu sonho, ter uma grande, grande família! Já tenho 3 pirralhos, não me vou ficar por aqui, não! Mas o número 6 é mesmo o meu favorito!
Beijinhos,

Patrícia disse...

Fico contente por ver como encaras a vida.
Admiro-te por conseguires "gerir" a familia linda que tens.
Hoje em dia, já é raro existirem famílias numerosas.
Gosto de vos ler e, mais uma vez, parabéns pela família linda que tens!
Bjs

Kelly disse...

Cá seria um pouco impossível as promoções de roupa no hipermercado porque são quase ZERO! Mas felizmente os meus pais aproveitam bem as que´há por aí....
ESpero que continuem unidos assim...
É nestas alturas que vemos que se calhar temos coisas supérfluas a mais....

SimplesmenteUmaMãe disse...

Fiquei arrepiada ao ler o teu post e com um sorriso parvo na cara!
Digo-te mais uma vez, admiro a vossa coragem.
Também gostava de ter vários filhos mas além de financeiramente, nesta altura da vida não ser possivel, o segundo está a ser dificil chegar e se por acaso acontecer, duvido muito que seguia para o terceiro, mas enfim, só o tempo dirá!
Ao ler o teu post apercebi-me das coisas superfluas que o meu ratinho tem, que se tiver que ser irei conseguir dividir por dois ou mais porque para um até é demais!

Beijinhos doces

a mãe dos miúdos disse...

é que não me canso de dar os parabéns :)

María&Peste disse...

È mesmo pela falta dos eurozitos que sei que não posso ter os meus 6 filhos, nem 5, acho que fico pelos 3 como já te tinha dito...quem sabe 4! Não sei o dia de amanhã.
O que sei é que vocês são mesmo muito abençoados e a vossa casa deve ser uma alegria constante cheia de barulho! O silêncio não te incomoda?
Bjnhos grandes e muitos Parabéns mais uma vez

AnaBond disse...

por tudo o que escreveste, é que sinto uma pontinha de 'também queria'...
não devo ter mais de dois (ainda tenho esperanças, mas não devia) mas simplesmente porque podemos correr sérios perigos de vida (eu e um bebé). e tenho tanta mas tanta mas tanta pena...

por isso continuo a dar os parabéns... e que continuem sempre bem dispostos.

Bala disse...

Quem sabe não inspiras umas quantas mamãs por aí, e a nossa população começa a rejuvenescer!!!!

Bjinhos

S. disse...

Maria, tu e a tua família são uma inspiração! NOs tempos que correm o "material" é sempre colocado à frente de tudo o resto. Acredito que o vosso dia-a-dia é um verdadeiro desafio, a nível económico, logístico e emocional. E que, embora gratificante, tenhas momentos em que pensas "mas no que é que eu estava a pensar?". É viver um dia de cada vez, e lidar com as situações à medida que elas surgem. Mas tu não precisas de lições... Aliás, serás mais uma "mestra" online nesta coisa confusa, maravilhosa, caótica e vertiginosa que é ser mãe. Apenas tenho um filhote, embora o meu "marido" não queira mais ainda não desisti de sonhar! Obrigada por partilhares conosco a tua vivência!

Patrícia disse...

Foste desafiada no meu blog!
Bjs

Mãe Raquel disse...

Como diz um colega meu "Qual é a diferença entre umas calças da marca X ou umas da feira? Nenhuma, a diferença está em quem as compra" E é verdade, o que importa é que estejamos vestidos.

Eu quando procurei uma jardim de infância para a minha filha, que fosse público, não consegui, não tinha cunhas e não tive outro remédio se não colocar num privado. A Sociedade hoje está muito virada para tudo o que é mais caro, escolas, médicos, etc o Estado nem se importa em fechar escolas.

O que importa é que independentemente de serem 5, 6 ou 10, o amor seja infinito para eles todos.

Felicidades.

Fitinha Azul disse...

Que delícia, eu por aqui tenho um desejo secreto de chegar ao 4º filhote mas para isso teria mesmo que optar por outro estilo de vida, mas ainda tenho muito tempo pela frente por isso nunca se sabe;)
Tudo de bom
Beijocas

Cleo disse...

P A R A B E N S!!!!

Fico tão feliz por ti!

É tão raro aparecerem familias assim tão grandes! :)

Bjokas

Cláudia disse...

Eu já te disse que vos admiro muito? É a total verdade.
Eu gostava muito de ter 3 filhos.
A primeira já cá está, o segundo pode ser que venha a caminho, lol.

O terceiro, só Deus dirá.

Muitas felicidades nesta nova gravidez.

Tens muitos sintomas, ou enjoos?

Mamã Petra disse...

Maria aquilo que escreveste é aquilo que eu defendo, se todos pensassem como tu e um pouquinho como eu, todos teriam mais filhos, e seriam muito mais felizes, mas a evolução da sociedade é muito egoista e nem todos vêm os prós de ter uma familia numerosa.
Mais uma vez muitos parabens, para mim não és uma raridade és sim uma das pessoas mais sensatas que conheço.
Obrigada por partilhares conosco a tua felicidade, e a tua familia, cada vez gosto mais deste cantinho.
Beijinhos para todos

Mamã Petra disse...

Maria aquilo que escreveste é aquilo que eu defendo, se todos pensassem como tu e um pouquinho como eu, todos teriam mais filhos, e seriam muito mais felizes, mas a evolução da sociedade é muito egoista e nem todos vêm os prós de ter uma familia numerosa.
Mais uma vez muitos parabens, para mim não és uma raridade és sim uma das pessoas mais sensatas que conheço.
Obrigada por partilhares conosco a tua felicidade, e a tua familia, cada vez gosto mais deste cantinho.
Beijinhos para todos

mãe babada disse...

Definitivamente vocês têm as prioridades bem definidas. E que bem definidas. Deve ser mesmo muito compensador ver uma casa cheia de filhos. E mais que as roupas de marca que cada um terá o seu tempo para as comprar (e dar-lhes mais valor, até!) importa o bonito número de irmãos que têm. E isso a mim parece-me tudo! E para ti, saber que mais tarde têm tantos irmãos em quem se apoiar. É lindo!
Muitos beijos e mais uma vez parabéns.

Cristina disse...

Que fixe. Pois é, estamos com pouco tempo de diferença. Podemos acompanhar-nos mutuamente. Ainda me podes ensinar muita coisa, LOL. Com 4 gravidezes anteriores...
Correram todas bem? Deve ser giro relembrares cada uma delas. Todas únicas...

Muitos beijinhos, companheira de gravidez. LOL

Cristina

Lilly disse...

voces são realmente um exemplo... eu tenho muita pena de não ter a vossa coragem. os € cá em casa são poucos. com o 2~filho tivemos de apertar os cordões á bolsa e mesmo assim é muito dificil. eu gostava de ter mais 1. outro rapaz que eu adoro meninos mas não dá. só de pensar nos olhares de desaprovação que eu recebi quando engravidei deste... mas o unico motivo pq realmente não temos outro é mesmo o €. talvez um dia... com o euromilhões...

Kya disse...

Afinal, eles têm o que há de mais importante e que, bem vistas as coisas, falta a tantos meninos... nunca deixem que vos façam sentir culpados por "não dar tudo" a um filho só porque têm de dividir por vários - isso é uma falácia, uma estratégia de marketing para apanhar o máximo de euros aos pais de filhos únicos ;) O "dar tudo" raramente é o que deveria ser! Bjs (e que grande prazer em conhecer-vos)