sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Dias cinzentos

Há dias em que parece mesmo que as forças e o optimismo se esgotaram de vez...

E não consigo deixar de sentir um género de egoismo por me sentir assim, aquela sensação do "oh-Maria-há-pessoas-a-passar-por-situações-bastante-mais-complicadas-que-a-tua-e-continuam-sem-se-queixar".

Melhores dias virão, espero.

A nossa noite de ontem acabou com direito a gritos e palmadas, os míudos pareciam estar possuidos. A manhã de hoje não teve muito de melhor, foi um martirio tirar o Eduardo da cama e desde que se levantou até o deixar na escola esteve sempre a chorar e a dizer que não queria ir para a escola. Ficou a chorar e a tentar desembaraçar-se da contínua da escola que simpáticamente o foi receber e ficar com ele até lhe passar o choro... A Concha passou um dia para esquecer, com tanta birra e aquele "não" sempre na ponta da língua e a nossa pequena Francisca está de novo a fazer medicação com antibiótico, mais uma infecção respiratória - têm sido umas atrás de outras e assim nunca mais deixamos de ter o coração nas mãos... Tem sido realmente muito dificil lidar com esta situação de um filho menos saudável...

7 comentários:

Kella disse...

Realmente...eu aqui a "martirizar-me" porque tive ontem e hoje, dois dias menos bons, com direito a castigos e palmadas...e vejo que tu sim, tens muito mais razões do que eu para estar cansada e apreensiva.
És um exemplo e eu não posso deixar de me sentir minúscula...
Bjs!

Sofia disse...

Há realmente dias cinzentos para as mães.
Mas a parte boa é que a maior parte deles são azuis! E cor-de-rosa.
Logo logo os dias azuis virão, é aguentar, força aí, torço pelas melhoras da Francisca.
Bjocas

pascuela disse...

Não está sózinha (bem a GRANDE diferença é que SÓ tenho três!!)Também tenho o meu doentito, também com antibiótico e nebulizações--»espectorações e é verdade que ficamos com o coração apertadinho mas eles são valentes...Força... as melhoras para a Francisca...

Avozinha disse...

Sobre a Francisca: a nossa netinha Marta teve uma infecção respiratória aos 15 dias com internamento. Os primeiros invernos dela foram complicados. Até que reagiu a tanto medicamento, tanta nebulização, tanta 'bomba', tanta ginástica respiratória e agora, quase com 4 anos, está óptima!
Que o mesmo aconteça com a vossa menina!

Tixa disse...

O meu mais velho desde pequeno que fazia infecções respiratórias atrás de infecções respiratórias, passei noites a fio sem dormir com ele, noites no hospital, enfim, não foi fácil. Até que o levei ao Dr. Mário Almeida, um alergologista pediatra, pelo que sei um dos melhores do país, uma pessoa 5 estrelas. Fez-lhe um tratamento preventivo para essas infecções e a partir daí constipa-se o normal de uma criança que anda no infantário e descalço em casa :)

Nesta altura tem 3 anos e desde o ano e meio que é uma criança saudável.

Vais ver que com a Francisca tudo vai correr da melhor forma, mas também te percebo a falta de forças que por vezes nos invade, ainda para mais tu tens que dividir as forças por 8 crianças e não queres falhar com nenhuma.

Pensa sempre que estás a fazer o teu melhor, que todos temos dias menos bons e por vezes não conseguimos dar conta do recado, mas que fazemos sempre o melhor pelos nossos filhotes.

Beijinhos

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

É muito complicado sim... mais do que as birras, mais do que os amuos, mais do que o mau feitio que os outros possam ter... mas o esgotamente psicológico q provoca ter-se um filhote doente é por demais... força querida!

jocas

Carla Isabel disse...

Minha querida...eu faço ideia...calma e muita fé!

As melhoras!
Bjs