segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Dores de crescimento

Crescer dói.

O Tomás tem acordado praticamente todas as noites a chorar desesperado com dores nas pernas. Um Ben-u-ron e umas massagens com pomada depois, lá consegue acalmar e deixar-se dormir. Tem sido penoso, para ele e para nós, que pouco podemos fazer para aliviar as dores. "Sempre que crescer vai doer?" - pergunta o Tomás. Não meu filho, esperemos que não e que continues a crescer muito sem estas dores chatas.

5 comentários:

Kella disse...

Lembro-me de ter tido dores de crescimento e o quanto me custou. Até agora, nenhum dos meus filhos se queixou ainda...espero sinceramente que sejam poupados a tal!
Um bj para o teu Tomás...às vezes crescer custa muito!

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

O meu puto andou uns tempos assim tb, chegava à noite era uma guerra, mas passou!

jocas

Cindy disse...

Ao meu também acontece. Tenho sempre um frasco de álcool com cânfora. Tem um cheiro muito intenso, mas esfrego-lhe as pernas com isso e acaba por aliviar sem sem preciso dar ben-u-ron.
Beijos

Banita disse...

@ Maria, Preciso que divulgues uma campanha: Neste Natal, Doe a quem Doer!
Está tudo no banitos. Obrigada e beijinhos!

Tranças disse...

Fogo, aqui o Miguel também se queixa de vez enquando...

Beijocas