sábado, 17 de novembro de 2007

Semana para esquecer!

Há muito que não tinhamos uma semana tão má, tão atribulada... E felizmente que assim é senão dava em doida!
A Beatriz, no jogo de estreia, caiu desamparada depois de saltar para cabecear a bola e pregou-nos um susto enorme porque foi uma queda muito aparatosa e ela não se levantou logo. O treinador entrou logo quando se apercebou que ela não se levantava e de seguida chegaram perto dela os bombeiros que lá estavam de prevenção. Quando consegui chegar perto dela (que pareceu demorar uma eternidade) já ela tinha recuperado os sentidos, ainda meio atarantada. Foi levada para o hospital para ser examinada pois tinha tido perda de consciência e o bombeiro suspeitava de uma fractura no braço. Fizeram-lhe raio-x ao braço, fractura confirmada, e ao pescoço e coluna para se certificarem que estava tudo bem, aí o raio-x não revelou nada (felizmente). Depois do braço engessado, ainda ficou um tempo em observação para se certificarem que não havia traumatismo craniano. Saímos do hospital já ao inicio da noite e ainda com ordens para a manter vigiada o resto da noite. Esteve o tempo todo, mesmo durante a noite, muito queixosa, com dores no braço e no resto do corpo. O medicamento para as dores parecia não estar a ter grande efeito. No domingo já se queixou com menos dores e o dificil foi mesmo mante-la o mais sossegada possivel para que as dores no corpo passassem. Segunda acordou bem disposta, pronta para ir para a escola contar a aventura aos colegas e mostrar o braço engessado, com muitas recomendações para não andar aos pinotes para de noite não se queixar com dores no corpo. Os irmãos é que acharam muito engraçado o braço engessado.

A Camila, que esteve tão bem durante o fim de semana todo, chegou ao domingo à tarde a queixar-se com muitas dores de cabeça e maldisposta. Antes da hora de dormir chegou mesmo a vomitar. Teve uma noite muito agitada, com muitas queixas de má disposição e a parte final da noite até ficou na nossa cama. Quando a chamei de manhã, tornou-se a queixar com muitas dores de cabeça e à saida de casa, vomitou. Fui deixar os irmãos às escolas e voltei com ela para casa. Dei-lhe um chá com bolachinhas para ver se aquilo passava, vi se ela tinha febre ou tinha outras queixas e nada. Adormeceu, quando acordou não se queixou mais e passou o dia na preguiça no sofá. Eu estava a achar isto tudo muito estranho mas aliviada por ela se estar a sentir bem. Chega a hora antes de ir dormir, estavam a Camila e a Beatriz no quarto a arrumar as mochilas, quando a Beatriz me chama aflita porque a irmã estava a chorar muito. Chorou tanto que mal conseguia respirar... E no meio de tanta atrapalhação dizia-me "não me obrigues a ir mais à escola". Fiquei para morrer quando ouvi isto e a pensar como é que eu não me tinha apercebido logo a causa do mau estar dela...! Sabem aquelas alturas em que só nos apetece dizer que sim àqueles pedidos deles que nos partem o coração? A mim, naquele momento, só me apetecia mesmo dizer à Camila que ela não tinha de ir à escola se não quisesse e ir abanar a professora que a humilhou e que a fez sentir-se assim tão triste, tão desesperada... Custa tanto não os conseguir proteger de todos os males que possam existir... Sei que também não era saudavel mas a vontade é mesmo essa, impedir que eles se magoem seja com o que for. Falámos com ela no sentido de lhe explicar que fugir do problema não era solução e que ela tinha de não ligar ao que a professora havia dito pois ela e nós sabiamos que a intenção dela nunca foi querer saber mais do que a professora. A certa altura já falava de uns colegas que aproveitaram a deixa da professora para passarem o resto do dia a importunar-lhe o juizo... Será que a senhora professora pensou nas consequências daquela chamada de atenção em frente de toda a gente?! Foi muito complicado acalmar a Camila porque estar-lhe a dizer que ninguém iria gozar mais com ela pois certamente que com o fim de semana já se tinham esquecido do sucedido não lhe estava a chegar. Ficou decidido que no dia seguinte ela iria à escola e que eu iria falar com a directora de turma para a colocar ao corrente da situação. A noite foi agitada, ela mal descansou, sempre naquele sono mexido e a acordar muitas vezes, claro que de manhã estava cheia de sono mas isso não podia servir como desculpa para enterrar a cabeça na areia mais um dia. No caminho para a escola a Beatriz lá ia tentando animar a irmã, até se ofereceu e ao Tomás para irem à escola bater em quem andava a gozar com ela (a Beatriz é assim muito despachada e ficou muito muito chateada por saber que alguém andava a deixar a irmã triste). Tive bastante sorte pois encontrei a directora de turma e ela tinha um tempo para me receber. Perguntei-lhe se seria possivel falar também com a professora em causa, a directora de turma foi ver se a outra professora tinha disponibilidade para falarmos mas a resposta foi negativa. Como queria ver a situação resolvida, contei-lhe a versão dos acontecimentos que a Camila me havia contado, disse-lhe da recusa da Camila em ir para a escola e a senhora sempre a olhar para mim com um ar não muito surpreendido. Disse-me a directora de turma que já não era a primeira vez que haviam pais a queixarem-se daquela professora e que ia falar com os colegas da Camila, de modo geral e abstracto, acerca de andarem a gozar uns com os outros. Perguntei-lhe se seria possivel marcar uma hora para falar com a outra professora mas ela aconselhou-me a não o fazer para já, para só falar com ela se uma situação igual ou parecida se repetisse. Embora a minha ideia seja não haver outra situação como esta, concordei. Quase no final da conversa apareceu uma outra professora da Camila que me disse o mesmo que a directora de turma já me tinha dito,que a Camila é uma aluna muito participativa e interessada, que embora tenha os seus momentos de conversa com a colega do lado sabe quando deve parar e respeita quando a avisam do comportamento incorrecto e que se vê que ela é uma criança muito feliz. No final deram-me os parabéns pela excelente aluna que ali tenho. Até agora parece que a conversa da directora de turma com os alunos surtiu efeito e a Camila não se tornou a queixar que gozam com ela. No dia da conversa, terça feira à noite, ainda se queixou de um friozinho na barriga e de estar maldisposta mas depressa passou. Eu é que continuo aqui a remoer no como isto a marcou...

Quarta feira, julgava eu que não nos podia acontecer mais nada nesta semana e que ia descansar das emoções vividas nos dias anterior mas não podia estar mais enganada! Pouco antes da hora de almoço ligam-me da escolinha dos meninos pois o Gabriel tinha aberto o sobrolho e talvez eu quisesse ir com ele ao hospital. Fui a voar até à escola e lá encontrei o Gabriel e o Eduardo, sentados um ao lado do outro, o Eduardo com o braço em volta do irmão e com um ar tão encolhido como se tivesse sido ele a magoar-se. O olho do Gabriel estava a ficar muito inchado e sangrava, embora fosse uma coisinha pequenina. Achei mesmo melhor levar o Gabriel ao hospital só que queria que o Eduardo ficasse na escolinha pois o hospital não é de todo o lugar indicado para eles andarem sem necessidade. Mas e conseguir convencer o Eduardo a ficar na escola à espera do irmão? Ou convencer o Gabriel que o irmão ficava na escola e depois ele ia lá ter com ele de novo? Com aquele ar tão aflito que os dois tinham na cara, aquelas maozinhas dadas já ao meu lado para se virem embora... Acabei por levar os dois. Felizmente não foi preciso coser e segundo a médica, ele teve muita sorte com o sitio onde se magoou porque um pouco mais abaixo e tinha-lhe apanhado o olho. A médica avisou logo que o olho ainda iria inchar mais, que era para colocar muito gelo para ir diminuindo o inchaço. Na quarta feira de noite o olho já não se abria e estava com uma cor tão feia... Ontem e hoje ficaram os dois em casa pois achei que era arriscado mandar o Gabriel para a escola com o olho naquele estado. Hoje o olho já está com uma cor menos feia e ele já o consegue abrir ligeiramente. Mas a confusão que me faz olhar para o olhinho dele assim... E o Eduardo anda tão mimoso com o Gabriel, mais ainda do que o costume.

Quando acordei na quinta feira já só pensava "o que será que vai acontecer de mau hoje?" mas tive sorte e não aconteceu nada. E hoje também tem estado a correr tudo bem, sem acidentes nem grandes confusões. Já bastou tudo o que aconteceu! Entretanto, já perdi a conta ao número de vezes que disse, durante esta semana, "Cuidado com o braço da tua irmã" e "cuidado com o olho do teu irmão". No meio disto tudo, o bom, o ver que os meus filhos se adoram e que ver um deles mal mexe com eles e fazem de tudo para o ver bem. Tem havido tanta troca de mimos estes dias entre eles e muita entreajuda. É muito bom mesmo.

O tamanhão deste post... Tinha mesmo muito para escrever.

Muito obrigada a todas pelas opiniões acerca do post anterior.

32 comentários:

Gui disse...

Fizeste bem em falar com a DT da Camila. A DT vai falar com a professora em causa? Isso é importante. Pelo menos alerta-la que não seria a melhor forma de abordar o assunto sendo que ainda por cima não é a primeira vez que os educadores se queixam...

Se para um aluno já "crescido" (do secundário) é duro ouvir um comentário parecido com esse quanto mais a uma miúda de 10 anos... é muito complicado. Às vezes a gente pensa que não é nada... mas pode vir a ter consequências... :\ infelizmente há professores assim... Quando oiço coisas dessas e outras situações parecidas ou piores apetecia fazer uma lavagem... o que é bom fica o que é mau sai fora...

Espero que a próxima semana corra melhor! Isso é que foi uma semana e pêras!


As melhoras para os meninos! *

beijinho*

Maria Carloto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mãe da Rita disse...

Bem, que semana! Fizeste bem em ir falar com a D.T. mas os acidentes, esses, ninguém os consegue prever! Espero que o fds seja tranquilo para recuperarem. Bjs!

SMG disse...

Que semana preocupante! Realmente é incrível como as coisas afectaram a Camila, há professoras sem perfil para o serem. Fizeste bem em ir falar com a directora.
As melhoras para os teus rebentos. Vais ver que a próxima semana será melhor.
Força. Beijinhos.

mãe disse...

Uau... e de repente, ler isto deu-me para pensar "ainda bem que eu só tenho 4" e depois desatei a rir, é que foi instintivo, do género "ainda eu andava a pensar em ter mais, xiça !..."
Um beijinho, no braço, no olhinho e no amor próprio dos filhotes ;)

gaia disse...

infelizmente, devemos ter muitas professoras como essa, cheias de vocação, espalhadas pelo país. eu, que tenho muito mau feitio, reagiria muito mal a uma situação dessas... tenho a certeza!

força e as melhoras de todos
;)

Catarina disse...

Olá!fico contente por se ter resolvido o problema da Camila.
A minha irmã tem 3 filhos, dois gemeos com 5 anos e passa a vida com eles nos hospital.é preciso é ter muito sangue frio (que eu não consigo) e muita calma pois tudo se resolve.
beijocas para todos e um bom fim de semana

Mae Princesa disse...

Bem, que semana confusa!!!Mas o que importa é que acabou tudo em bem. A camila é uma menina sensivel e sentiu-se injustiçada e com razão! Eu também ficaria assim...Mas já passou, pode ser que essa prof vá para a reforma rapidamente! Em relação ao braço partido e ao olho negro, são acidentes de percurso (não precisava ser tudo na mesma semana!!) incha desincha e passa!Bjo e bom fds! E como está essa menina embutida?Já tem nome??

gaia disse...

http://novorumor.blogspot.com/2007/11/h-mulheres-fantsticas.html

Ana e Kiko disse...

Realmente isto é k se chama azar.
Fico admirada com o teu blog sempre k venho cá, como é k consegues????(deves estar farta de ouvir esta pergunta)mas dou-te os meu Parabéns és uma Mulher com um M bem grande.
Beijocas para todos

Paula disse...

Leio sempre este blog e o que acho mais giro e mais notável é a relação entre vossos filhos, entre os irmãos. Devem fazer um belíssimo trabalho com eles para que se deem tão bem e se sintam tão responsáveis uns pelos outros.
Parabéns e que venham semanas mais calmas.

Gatinha disse...

Que semana agítadissima! O que interessa é que já estão mais calmos. Bjocas

gaiatA disse...

Possas, que semana atribulada :\ mas ag0ra é só ter cuidado c0m o braço da mana e o olho do mano!

Espero que o fds dê para descansar e que a pr0xima semana c0nsiga rec0mpensar os pequen0s destes acidentes..

Beijos, muit0s!*

Sofia disse...

meu deus, que grande confusao!! nos eramos 7 la em casa, e lembro-me de semanas assim, em que cada dia acontecia uma 'desgraca' nova com algum de nos.

quanto a historia da professora da camila, deu-me mesmo raiva ler aquilo... sabia que ha muitos professores sem vocacao e sem jeitinho nenhum, mas esta ultrapassa tudo o que ja vi ou vivi... espero que nao afecte o interesse da pequena na escola!

coragem, e desejo-te semanas mais calmas no futuro.
bjs

Ana Guida disse...

foi triste esse episodio mexer tnt c a camila :( espero k ela ultrapasse isso rapidamente!

qt aos outros meninos, dou uns beijinhos nos seus respectivos doi-dois :)

nem sei como e k tu t aguentas com tantas peripecias! valente! :) desejos de k td corra melhor! bjs*

Eva Lima disse...

Maria, não insistas em falar com a dita professora e se falares, só em presença da DT.
Se quiseres eu explico-te porquê no mail.

As melhoras para os outros.

bjinhos

Mary disse...

Ainda bem que foste falar com a directora, sabes como ás vezes são as crianças, crueís umas com as outras.

Realmente a tua semana, foi um pouco para esquecer, mas com tantos filhotes, sabes como é, aventuras atrás de aventuras.
O meu irmão andava sempre aprontar, as idas ao hostital eram mais que muitas.

Beijocas
Isa

Lótus disse...

Que semana, Maria!
Felizmente as coisas acalmaram (e que continuem assim...)

beijinhos para todos, melhoras para a Biatriz e para o Gabriel e um abracinho muito especial para a Camila.

gralha disse...

:(

Não é fácil ser Mãe, às vezes... Espero que essa maré de azar fique ao largo por muito tempo.

Boa semana e beijinhos

SimplesmenteUmaMãe disse...

Realmente, uma semana muito atribulada.
Mas pelos vistos terminou tudo em bem, em muito mimo e amor.
Eu sei que se dispensavam as quedas, as feridas, os choros e essas confusões todas mas é tão lindo de se ver a entreajuda dos irmãos e como o problema de um afecta todos.
Uma família linda mesmo a que vocês têm.

Beijinhos doces

Carla Isabel disse...

REalmente que semana!!!
Esta vai ser melhor!

As melhoras da Camila e do Gabriel!
É bom vê-los unidos,a darem amimos aos manos!

Bjs
Carla

Bala disse...

Bom a semana foi atribuladíssima!!!

Quanto à professora....Há quem não tenha queda para a profissão que exerce. Parece ser o caso dessa professora!
É indecente...Sabendo que os miúdos são sempre muito crueis uns com os outros....

Espero que já estejam os dois melhores, ele do olho e ela do braço....

Bjinhos

Isabel disse...

Olá Maria,
Que raio de semana!!! Bolas...
Acho que fizeste muito bem em falar com a Directora de Turma da tua filhota, pode ser que a outra senhora acalme um pouco... Ensinar acima de tudo tem de ser uma vocação, pois os senhores professores têm uma influência tão grande nos alunos que se não tiverem essa noção as coisas podem mesmo complicar-se!!!
As melhoras de todos e muitos mimos para a mamã... com a barriguinha já grande deve ter sido muito complicado para ti!!!!
De qualquer modo e apesar de todas as desgraças., é delicioso sentir o amor que têm uns pelos outros, a tua familia é mesmo linda!

ana disse...

espero que a semana que hoje começa se avizinhe bem melhor do que a que passou. espero que o olho do gabriel e que o braço da beatriz melhorem depressa e espero, sobretudo, que os receios e angustias da camila passem e que ela consigo superar esta coisa menos boa que lhe aconteceu da melhor forma, sem prejuizo da auto-estima ou da sua alegria, como sei que vai acontecer. cresceu mais um bocadinho a filhota, tenho a certeza.

uma boa semana!

Mary / Baby boom disse...

Oi!!!
Queres ganhar um Respisense (monitor que estimula o bebé a retomar a respiração normal em situações de apneia e alerta os pais quando o bebé não retoma a respiração naturalmente.) ??
Participa no passatempo de Natal do Baby Boom! :)
Beijinhos

Cláudia, a mamã da Daniela disse...

foi mesmo uma semana complicada!
Espero que esta esteja a correr melhor, e que o olho já esteja bom!

O PIRATA JOÃO disse...

OLÁ. CHEGUEI AQUI POR UM BLOG DE UMA AMIGA (CATARINA) E QUERO ANTES DEMAIS DAR-TE OS MEUS PARABÉNS PELA FAMILIA NUMEROSA QUE TENS E PELA FORMA COMO CONSGUES ORGANIZAR TUDO, POIS EU COM APENAS 1 FILHO POR VEZES ENTRO EM STRESS. A TUA SEMANA NÃO FOI DE TODO UMA SEMANA FACIL, MAS PENSO QUE ESTÁS A CONSEGUIR RESOLVER TUDO DA MELHOR FORMA E TENS BASTANTE "SAGUE FRIO" PARA LIDARES COM A SITUAÇÕES. ÉS UM MUITO BOM EXEMPLO, PARABÉNS. AGORA SÓ ME RESTA DESEJAR AS MELHORAS.

MUITOS BEIJINHOSSSSS

dangerously in love disse...

Bem, realmente que semana. Da queda da Beatriz...pff que susto mulher. Mas ainda bem que esta tudo bem, fora o bracito claro.Mas recupera num instantinho.
Da Camila...realmente há pessoas que não pensam antes de agir..E essa professora além de ter a resonsabilidade de não ter certas atitudes em frente a uma turma inteira, fez alo que não se deve fazer. Fizeste muito bem em ir á escola falar com a directore de turma.Pelos vistos já é habito esse comportamento..
Espero que resolvam isso lá na escola...E do teu pequenino...caraças..realmente acntece tudo de uma vez.As melhoras para todos.
beijocas
p.s.desculpa o testamento

Patrícia disse...

Realmente!!!
O que mais poderia acontecer-vos!
Tadinhos...
E tu, no meio disto tudo...
Mas está tudo a resolver-se. Isso é que é importante.
Bjs

1gota disse...

Espero que esta semana esteja a correr melhor!
Fooogoooo!!!! :(

( e o olhito do Gabriel está melhor?)

Kelly disse...

Mas que raiva que sinto...Será que aquela senhora sabe o que fez a uma menina sensível e aplicada como a Camila? Será que ela pode imaginar o stress que a colocou e a humilhação?
Eu sei que talvez não fosse a melhor opção mas eu se calhar não descansava enquanto não falasse com a dita "pedagoga".
Que chatice a Beatriz e os meninos (sim porque sofreram os dois) se terem magoadao..
Realmente foi uma semana para esquecer, mas foi a maré baixa, esta semana vai ser em alta!!!

Ana disse...

Ola o meu nome eh Ana, passei por aqui e nao posso deixar de te dizer que lamento imenso o que aconteceu com a tua filha, como tenho uma mais ou menos da mesma idade, imagino como ela se deve ter sentido humilhada.
Ha pessoas que nao teem a minima sensibilidade para lidar com criancas, e nesse caso faziam melhor se mudassem de profissao.
Beijinhos para voces e as melhoras.