sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Ontem lá fomos à consulta na pediatra. Conversámos bastante e está tudo bem com a Camila. A médica não vê necessidade de levar já a rapariga ao ginecologista, o que vai de encontro à minha opinião (e do pai também). Quando saimos da consulta fomos jantar como tinhamos planeado e foi bastante bom ter aquele tempo para me dedicar só a ela muito embora a nenina Concha tenha feito questão de fazer notar (ainda mais) a sua presença. Quanto ao livro, a Camila gostou bastante e, pelo que me apercebi, já leu muito. Acho o livro uma grande ajuda pois ali a Camila pode encontrar resposta correcta a duvidas que tenha ou possa vir a ter caso não me pergunte directamente ou caso não entenda a minha explicação.
Do nome da cachopa pequena... Sabemos que é um nome invulgar e que isso tem, como tudo, aspectos positivos e negativos mas acreditamos que os positivos são mais fortes que os negativos. Soa-me muito bem "Concha" e tem um grande simbolismo.
Começo a ficar ansiosa... Bastante ansiosa, diria. Não contava chegar tão longe nesta gravidez e não que seja mau mas neste momento o mau estar ultrapassa o prazer de estar grávida. Mas por enquanto não é a minha gravidez mais longa (e esperemos que não venha a ser). 40 semanas certas durou a gravidez da Beatriz. A Camila esteve no quentinho até às 39 semanas, o Tomas até às 38 e os gémeos até às 35. Espero que a Concha se decida rápido a nascer mas o mais importante mesmo é que corra tudo bem e ela venha cheia de saude.
Se isto são horas de se estar a pé... Aproveitei e fui espreitar os meus filhotes a dormir. Gosto tanto de os ver dormir. As meninas estão a dormir sossegadas nas respectivas camas no seu quarto, quarto esse que daqui a uns meses terá uma nova ocupante. O Tomás também dorme tranquilamente na sua cama, todo encolhidinho como dorme desde bem pequenino. A cama do Gabriel está vazia e a do Eduardo duplamente cheia. Vá lá, estão os dois tapados. Já lá vai o tempo em que me assustava quando os ia ver durante a noite e me deparava com uma das camas vazias. São comuns estas excursões. Estes miudos são tão unidos e amigos que nem durante a noite gostam de estar cada um no seu lado (e note-se que as camas deles estão pertissimo uma da outra). Deviamos ter optado por uma cama maior para os dois.

21 comentários:

Mamã Petra disse...

Lindo o teu post, como sabes eu gosto imenso de gémeos pela sua união, cumplicidade, mas os meus meninos o grande com quase 15 anos e o pequenito que ainda não tem 2, tambem são assim unidos e o pequenito foge para a cama do mano, adora-o, ele de facto é a paciência em pessoa, adora os mais novos, protegê-los, brincar com eles.
Venho todos os dias á espera de noticias da Concha, eu acho op nome lindo, mas os teus filhos todos têm nomes muito bonitos, até temos um Gabriel em comum.
Desejo-te uma hora pequenina, que tudo te corra bem.
Beijinhos grandes

Claudia_peixinha disse...

Também Eu não resisto a vir ler-te várias vxs ao dia na ansia de saber boas noticias.

Como já disse gosto de te ler transmites paz e muita felicidade.
Dás-me vontade de "procriar".Acredito que com 6 crianças em casa nem tudo são maravilhas mas tenho a certeza que nestes momentos (e outros) só vossos a felicidade reina em v/casa.

Bjs e tudo de bom.

(Que amor os manos gemeos nem a ddormir se separam).

Carla Isabel disse...

Adoro a tua familia!!!!!
São lindos!

Bj

Lótus disse...

Que lindos os gémeos, nem adormecidos se separam...
Não resisto a visitar-te todos os dias para saber quando é que a menina Concha se decide a vir cá para fora...

Beijinhos

gralha disse...

Pelo que descreves, parece que já está tudo arrumado e prontinho aí em casa :) Acho que é este fim-de-semana que a Concha se resolve - e, como já disse, ADORO o nome!

beijinhos

María, Peste&Borboleta disse...

Que lindo......fiquei envolta com a imagem do Gabriel e do Eduardo a dormirem juntos...deve ser mesmo uma união daquelas que ninguém consegue transpor :)

Também já ando ansiosa com o nascimento da Concha, venho cá sempre com a esperança de haver novidades :)

Ainda bem que a Camila gostou do livro e que está tudo bem com ela. Também concordo que é cedo para ir ao ginecologista...nem sei com que idade eu fui, mas já devia ter 16...

Bjnhos muito grandes e mais uma vez te desejo uma horinha bem pequenina

1gota disse...

Tens uma família tão bonita... como tantas outras, mas muito mais numerosa.

Cada vez que venho cá penso que vou encontrar o post do nascimento, mas ainda não foi hoje! :P
Concha é realmente um nome bastante invulgar, mas tem uma sonoridade engraçada. E ela vai crescer a gostar do seu nome.

Beijinhos.

gaiatA disse...

Fico tão babada ao ler as tuas palavrinhas s0bre a tua família.. chego a s0nhar e tudo! :)

Com a mudança da Lua p0de ser que a Concha decida a v0s vir c0nhecer.. Estou a t0rcer p0r v0cês!

Mil beijos*

csr disse...

Ainda bem que a Camila gostou do livro, eu gostei, conheço-o pois ofereci-o à pouco tempo à minha afilhada.
A dona Concha parece querer ficar no quantinho o tempo que lhe foi prometido...
Como já lhe disse várias vezes adoro os relatos que faz da sua família, demonstram muito amor, e muita tranquilidade.
Que os manos sejam sempre "manos", unidos...
Bjs para todos e que tudo corra bem, que a dona Concha nasça com muita saúde.

Patrícia disse...

Lindo!!!

Beijo grande

Bala disse...

Os teus post's deixam transparecer o carinho que há no ar, em vossa casa.

Gostava de um dia poder chegar aos 5º filho (o meu ideal de família!).

Confesso, que todos os dias me pergunto se será "hoje" que a COncha se decide a sair. :o)

Bjinhos

Ana e Kiko disse...

Lindo, lindo, lindo.
Realmente a Concha está a gostar do quentinho~, deve ser do mau tempo k anda por aki, hihi. E já estás em 1ºlugar no Baby boom visto o 1º já ter nascido.
É linda ver a relação dos gemeos, devem ser uns amores e uns diabretes tb qd kerem,não????
Beijocas grandes se entretanto a Concha decidir nascer k tenhas uma grande e pekenina horinha.
Beijocas grandes para todos

Xana disse...

Cá em casa a mais nova adora dormir com a mana, dá-lhe muitos abraçinhos e beijinhos. A mana dorme sempre primeiro que ela, as veses dou com a mais nova a desviar os cabelos da cara da mana, diz que é para ela respirar melhor:D
Sabe tão bem ve-los assim.
Que belos momentos.
Jinhos

snowgaze disse...

Quando era miúda também gostava de dormir com uma das minhas irmãs (principalmente no inverno!), e o meu pai não gostava nada. Mas é bom terem camas separadas, porque quando não quiserem (por exemplo quando estiver muito calor) não têm que dormir juntos. :)

Smas disse...

Adorei este post.
Gosto tanto de ler a ternura que colocas em cada palavra, o jeito como escreves...
Bjs

As minhas melodias disse...

:0)
Que delicia...
E concha, conchinha é um nome ternurento.
Bjs

Cláudia, a mamã da Daniela disse...

Adorei o teu post...
Muito bem escrito e onde transparece muito amor!
Admito que também eu ando ansiosa com o nascimento da pequena Concha!

I disse...

Uma hora pequenina e que a Concha venha cheia de saúde!

Inês

Nostálgica disse...

Por vezes esses momentos a sós com cada um valem por muitos...:)

Um grande beijinho.

Ana e Kiko disse...

Sera k há novidades??????????
Bjs

Mae Princesa disse...

Algo me diz que a Conchinha já chegou ao Mundo....Será??